quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Cafezinho por testemunha

Tem dia que a gente acorda, olha para a xícara com o café e escreve:

Café que acorda comigo,
já me viu em dia de temor,
já me viu tal qual o vencido
e agora verá meu esplendor.

Aqueceu minha noite de frio,
despertou do meu sono cruel,
assistiu a retomada do brio,
foi açúcar adoçando o meu fel.

A xícara, de boca aberta,
me falou para ficar de pé.
Na manhã, a mente desperta
toda entregue ao vapor do café.

3 comentários:

Erica Telles disse...

Logo de manhã... BOM DIA!!!

Lydhia Goes disse...

Bárbaro!!! Adorei!!

Nanci Cerqueira disse...

kkkkk Fantástico!

Você é lindo... dá cores e vida
ao papel em branco!

Bjs na tua alma