terça-feira, 2 de fevereiro de 2010


Quando ela cai por cima de mim,
é frescor na minha calmaria.
Mesmo quando agitada é assim,
a mais pura e antiga energia!
Mãe d'água que me evoca canção...
Mãe água, divina inspiração.
___
Odoyá, 02 de fevereiro!

6 comentários:

Analuka disse...

Caríssimo Soluz!
Está mui lindo o teu blog, azul, pulsante, luminoso!!!
Vou colocar o endereço na lista de links, para voltar sempre.
Abraços alados, em tons de céu e mar.

Lapa Levana disse...

"... Onde ela vive?
Onde ela mora?

Nas águas,
Na loca de pedra,
Num palácio encantado,
No fundo do mar.

O que ela gosta?
O que ela adora?

Perfume,
Flor, espelho e pente
Toda sorte de presente
Pra ela se enfeitar.

Como se saúda a Rainha do Mar?
Como se saúda a Rainha do Mar?

Alodê, Odofiaba,
Minha-mãe, Mãe-d'água,
Odoyá! ... "

Sim, águas fortes...Ela vem nos saudar, nos abençoar, nos reenergizar.

A Mãe cuida bem dos seus filhos.

Que as bênçãos maiores estejam sempre contigo, Soluz.

Beijos com carinho.

The final cut disse...

Banha-te meu amigo da benção Dela.

Anônimo disse...

Não preciso nem dizer o quanto gosto do teu blog e das tuas composições...saudades!!!

Ludmila ஜ Hadiyah ஜ Feythane disse...

Teus posts sempre agradam, Sol, pela leveza e profundidade simultâneos das palavras. Às vezes demoro pra entrar aqui e lê-los, mas quando o faço é sempre um deleite. Continue nos insoirando, querido. Saudades!

Tatiane disse...

Linda foto!!
Adorei! Perfect!!!
Bjs!