sexta-feira, 14 de maio de 2010

Por Querer (09/05/2010)

Tenho vontade de dizer coisas bonitas,
é que não há só boniteza no que penso...
Mas é que temo parecer um tanto sem senso
ou que as palavras possam lhe chegar aflitas.

Então permito aos meus olhos lhe dizerem
com a linguagem natural da abstração
e, em você, tocando mais que o coração,
abra caminho para os frutos a nascerem.

É que lhe quero e este querer me instiga
a revelar tudo antes mesmo de pensar.
Sem ver o tempo, ponho um mundo a girar.

É que lhe quero tal a brasa que castiga,
contraditória arrefecendo meu querer.
E se lhe quero, é apenas por você ser.

2 comentários:

Frida Cores disse...

e eu cá tb quero...

Lana disse...

Inspiração!
Que coisa gostosa...

Vai fundo, Sol!
Cuida com muito carinho
desse seu bem querer xD
Há sempre, da minha parte,
votos sinceros e positivos para ti.

Boa sorte, amigo!
Beijo!
Pequena.