quarta-feira, 15 de abril de 2009

Circo de Desrir

Sou um palhaço chorando
sem palco, sem risos, sem cor.
Um contorcionista em torpor
sem aplausos me levando...
Trapezista despencando
sem rede que possa amparar.
Domador sem o que domar...
Ator na lona surrada
que longe de sua amada
só sente a saudade apertar.

Sou um leão fatigado
na jaula, preso, no canto.
Mágico sem seu encanto,
tonto e desacreditado.
Malabarista atado
por uma clava ferido.
Palco quase esquecido...
Um apresentador sem voz,
vivendo verdade atroz,
com coração ressequido.

E o show segue adiante,
na lona que gente quer ver...
Os cegos não vão perceber
falso brilho radiante...
A força contagiante
viva na interpretação,
maquiada com intenção
de vender pura fantasia...
Ao público, só alegria
sem dor e sem revelação.

3 comentários:

HelÔ disse...

o circo das ilusões
mágico palco onde o palhaço se destaca pela tristeza escondida
onde por trás da cochia só há saudade e tristeza
Fosco brilho do rapaz
Que no palco é o palhaço
E na vida um poeta!

Anônimo disse...

a dualidade do circo é a nossa, o mágico por vezes fica sem encanto, o leão no canto, por uma clave ferido... dor quase esquecida...

...assim o dia pode surgir novo, como após A Morte, do trapezista despencado - O Pendurado, quem sabe A Temperança, A Força do Leão, ou A Estrela no meu coração!

Coisa que sei é que seu peito não é ressequido, é Minha Terra fértil, de flores tantas ... árvores belas, longos anos de cultivo, Iroco, Dendê, Dracena e Inhame... no chocalho da criação.

Tudo temperado pelo tempo, que por vezes parece estar contra ... mas não o é jamais... é quase sempre no Tempo Certo, que os cegos vêem... e vem.

depois quero ver colocar a música nova que me mostrou...

MEU LINDO DE TODOS DOS DIAS!

...do amanhecer o Sol dourado...

te amo! saudade!

Minha Terra

Rodrigo Sestrem disse...

Por trás da máscara do palhaço, o rosto de um homem...
Por trás da bravura do domador, o medo da morte...
Por trás do equilíbrio do malabarista, o balanço do peito ferido...
Por trás da ilusão do mágico, a matemático do truque...
Mas a verdade é que por trás da realidade do mundo, tem sempre uma lona de um circo pra nos salvar...

Abração, irmão!