segunda-feira, 12 de outubro de 2009

[...]

No coração partido
está o sentimento
que, já tão repetido,
se expressa em momento
da mais pura saudade
ou fatal vaidade.

4 comentários:

Anônimo disse...

verso de Terra e Akasha,
silfos...ondinas,
e salamandra a saltar.

Inspiração, por vezes de cima,
outras,
em espirais a enviar...

Consiência conjugada,
gênios, lâmpadas,
e magia a dançar.


Momento elemental,

Minha Terra

Anônimo disse...

É dificil eu me enganar.


Beijo,
Pequena.

Lydhia Góes disse...

Ah saudade.. Sentimento que tem me acompanhado muito.

Não contive as lágrimas que caíram ao ler...

Saudades!

Victor disse...

"Já tão repetido", realmente nos repetimos tanto nestes sentimentos. E por mais que encaremos momentos novos como novas possibilidades, sabemos que tem um ponto em nós onde há a possibilidade dos mesmo erros. E não só a vaidade nos encoberta, nos cobre com o pó da experiência, mas também a incerteza se estamos aprendendo de fato com isto, ou simplesmente sendo estanques mais uma vez.